10 anos da Bolsa do Voluntariado

Criada em 2006 a Bolsa do Voluntariado completou a sua primeira década, a 10 de outubro. Já conta mais de 36 mil voluntários e quase 2000 instituições inscritas.
O projeto foi lançado pela Entreajuda com o objetivo de ligar “quem quer dar e quem precisa de receber”, explica Marta Vinhas, coordenadora da Bolsa de Voluntariado. Na mesma plataforma online estão reunidos voluntários, instituições, empresas, escolas, universidades e outros grupos.
Dez anos depois, o balanço é muito positivo. “O site cresce todos os dias, não só em número de voluntários”, que já ultrapassa os 36 mil, como a nível das organizações que se registam na bolsa para receber este apoio, refere Marta Vinhas, citada pela Lusa.
“A Bolsa do Voluntariado tem vindo a evoluir e a tentar responder sempre aos novos desafios e às novas necessidades” e hoje “queremos celebrar estes dez anos de existência e apresentar as novas funcionalidade da bolsa”, adiantou a responsável.
Fechada esta etapa, Marta Vinhas revela que o site será aprofundado. Terá uma “área específica” para o voluntariado empresarial e para o voluntariado ligado às escolas, universidades e associações académicas, porque se sente cada vez mais a “vontade das pessoas aderirem ao voluntariado”.
A propósito das comemorações dos dez anos da Bolsa do Voluntariado, o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou o Banco de Bens Doados no bairro social da Quinta do Cabrita, em Lisboa, onde referiu que “o voluntariado é cada vez mais necessário” para dar resposta às necessidades do país.