Um em cada quatro idosos está desnutrido

Um estudo desenvolvido pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) revela que um em cada quatro idosos está desnutrido ou em risco de desnutrição.
Estes são resultados do Pronutrisenior, um estudo que visava “identificar as principais barreiras e problemas associados à alimentação e nutrição das pessoas com 65 e mais anos, para que estas se mantenham autónomas”, explica a coordenadora do estudo, Maria Daniel Vaz de Almeida, em declarações ao jornal Solidariedade.
As informações obtidas através deste estudo, iniciado em maio de 2015, pretendem também capacitar os profissionais de saúde e os cuidadores para uma maior vigilância à alimentação e ao risco de desnutrição da população idosa.
Rui Poinhos, investigador, explica que "na sequência destes resultados têm sido realizadas sessões de formação e desenvolvidos materiais adaptados aos diferentes grupos (idosos, cuidadores, profissionais de saúde e fornecedores de alimentos e/ou refeições), com base numa avaliação prévia das necessidades e preferências em termos de métodos e formatos de apresentação".
O Pronutrisenior foi desenvolvido em parceria com a Unidade de Saúde Familiar (USF) Nova Via, do concelho de Vila Nova de Gaia, e os seus utentes idosos, residentes nas freguesias da Madalena, de Valadares e de Vilar do Paraíso.