Violência contra mulheres continua a fazer vítimas

O Governo lançou a 24 de novembro uma campanha para combater a violência contra as mulheres. A iniciativa percorreu todo o país, com mais 40 ações, envolvendo 35 entidades promotoras e 178 entidades parceiras, de 24 a 26 de novembro.
A assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, a 25 de novembro, o Governo lançou a campanha ‘Comunidade Ativa contra a Violência’ que contou com a participação do Ministério Público, e das organizações não-governamentais (ONG) Associação de Mulheres Contra a Violência, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, a Associação Portuguesa de Mulheres Juristas, a Cruz Vermelha Portuguesa, o Movimento Democrático de Mulheres e a União de Mulheres Alternativa e Resposta.
Em Portugal a violência doméstica é crime público, no entanto só no ano passado foram registadas 26.595 denúncias e morreram 29 mulheres.
“Na Europa, uma em cada três mulheres é vítima de violência física ou sexual” e, “em todo o mundo, 35% das mulheres são alvo de violência em algum momento das suas vidas, a maioria no contexto das suas relações de intimidade”, lê-se no comunicado emitido pelo gabinete do Ministro Adjunto.