Médicos do Mundo

No passado dia 26 de Janeiro, a Associação Médicos do Mundo apresentou oficialmente a sua nova Campanha Institucional de Angariação de Fundos – um dos pilares estratégicos da sua “Operação SOS” – , que tem como protagonista e embaixadora Sílvia Alberto, apresentadora da RTP. Este evento realizou-se no Restaurante do Terreiro do Paço, em Lisboa, e contou ainda com a presença de várias figuras públicas, como Dr. Gentil Martins, Alexandre da Silva, Pedro Reis, José Moutinho, Carlos Fonseca Ferreira, David Luis, atleta de Triatlo, Carla Rocha e a participação dos Soul Gospel Project com duas convidadas especiais: as gémeas Inês e Luísa Silva. A concepção da campanha ficou a cargo da agência HDG Açores e a produção e realização são da autoria da Show-Off Filmes.

Esta iniciativa teve como propósito divulgar a Campanha de Angariação de Fundos, sob o claim “E Se Eu Não Tivesse Acesso aos Cuidados de Saúde’”, que a Associação Médicos do Mundo (MdM) está a realizar para apelar ao donativo, por mais simbólico que seja, um contributo fundamental para a continuação das obras desta ONG. Pode fazê-lo através de várias formas:

  • Transferência bancária (NIB: 0035.0551.0000.9108.9305.9);
  • Linha Solidária (760 50 10 50 - €0,60+IVA), com um telefonema, um gesto simples, prático e imediato;
  • Declaração de IRS – parte do seu imposto (0,5%) pode ser destinado a solidariedade sem que tal represente quaisquer custos acrescidos para si;
  • Loja MdM – ofereça um presente solidário ao mesmo tempo que está ajudar o próximo;
  • Também a sua ajuda na divulgação e promoção desta campanha é preciosa!

Saiba mais sobre como ajudar em www.medicosdomundo.pt

«Esta era de crise acentua a desigualdade. O que significa que há quem lucre com a situação. A mensagem que gostaria de deixar vai não só para aqueles que até aqui têm assegurado a subsistência de MdM, mas para esses novos benfeitores. e se identificam com uma causa, 
podem chegar até ela. A indiferença está longe de aliviar consciências e não custa olhar para o 
lado e fazer o que se puder. Não é possível viver-se sempre tão indiferente.
 » Sílvia Alberto, embaixadora e protagonista desta campanha.

Por seu lado, Cátia Palma – membro da Direcção de MdM – corrobora: «Esta iniciativa surge como um dos pilares estratégicos da nossa intitulada “Operação S.O.S.”. Pretendemos subsistir à crise económica que pauta a ordem do dia e à consequente retracção dos doadores, a qual, aliada à falta de financiamento, nos forçou a descontinuar alguns projectos de intervenção social; isto, independentemente do número de solicitações de apoio que chegam até nós aumentar dia após dia».

A comprovar esta problemática, tome nota de alguns números: em 2010 existiam 15 projectos nacionais; actualmente, restam apenas 10 e até mesmo o futuro destes é incerto, fruto dos efeitos nefastos da corrente conjuntura financeira. Como consequência, 3.300 beneficiários perderam o apoio da Associação. Ajude-nos a “resgatá-los” e a assegurar que mais pessoas não passam pelo mesmo. Esta é uma realidade que nos recusamos a aceitar e com a qual lutamos todos os dias para reverter.

É com o objectivo de dar continuidade à sua missão que a MdM lança a “Operação S.O.S.”, um plano estratégico de emergência que passa não só por tomar todas as medidas possíveis para conseguir uma redução de custos, como também pela angariação de fundos através de diversas acções de comunicação, marketing e consequente sensibilização e visibilidade. Junte-se a nós nesta causa!

Em Portugal, a acção da MdM estende-se a Lisboa, Loures, Évora, Porto, Seixal e zonas limítrofes, e só em 2010 apoiou 6.000 pessoas mediante 150.618 intervenções de cuidados de saúde.

Já em termos internacionais, a Associação está presente em Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste. Entre projectos nacionais e internacionais, em 2010 apenas, MdM apoiou 268.777 beneficiários.

Para que tenha uma ideia de como um pequeno gesto pode ter efeitos de larga escala, fique com os seguintes exemplos:

  • Com 50 euros… por semana a MdM presta apoio a um grupo-alvo composto por pessoas sem-abrigo, imigrantes e utilizadores de drogas, perfazendo a totalidade de 1000 beneficiários (Lisboa);
  • Com 20 euros… por semana contribui para o reforço das actividades de redução de comportamentos de risco ao nível da comunidade educativa numa escola (Porto);
  • Com 17 euros… por semana ajuda um idoso beneficiário do bairro da Picheleira (Lisboa);
  • Com 8 euros… por semana ajuda uma criança no bairro Quinta da Serra (Loures), actuando particularmente ao nível da Inclusão Escolar, da Capacitação para a Intervenção Cívica e Comunitária, da Inclusão Digital e, ainda, ao nível da Formação Profissional. Além das crianças destinatárias, também os seus encarregados de educação beneficiam deste apoio;
  • Com 4 euros… por dia apoia uma pessoa com medicação (a nível nacional).

CONTAMOS CONSIGO! Porque ajudar é o melhor remédio, colabore com o seu contributo. Bem-haja!

Autoria: Médicos do Mundo