A guarda costeira italiana resgatou mais 91 migrantes durante três intervenções diferentes da agência europeia Frontex no leste do mar Egeu.
Abriram as candidaturas para a Ação Qualidade de Vida 2016, uma iniciativa da Associação Salvador que apoia pessoas com deficiência a apostar em formação, na criação do próprio emprego, na prática de desporto e até em melhorias de acessibilidade.
Estão abertas até 4 de Março 2016 as candidaturas a apoio concedido pela Fundação Calouste Gulbenkian a atividades e ações destinadas a promover a educação, no âmbito da intervenção precoce, reabilitação e integração escolar e social de crianças e jovens com necessidades educativas especiais.
A Lego anunciou que vai lançar o seu primeiro boneco em cadeira de rodas. O anúncio foi feito na Feira do Brinquedo de Nuremberg, na Alemanha, e durante a apresentação a marca explicou que o objetivo deste boneco é promover a inclusão de crianças com algum tipo de deficiência.
Poderá ter conquistado de imediato a plateia atenta quando começou a sua intervenção, sublinhando o facto de não gostar muito de falar em números quando o que realmente importa, e aquilo de que estamos a falar é de pessoas que sofrem. A verdade é que quando António Guterres começou o seu mandato à frente do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), 36 milhões de pessoas procuravam desesperadas sobreviver, fugindo. Hoje são 60 milhões, os homens e mulheres, crianças e idosos, que sofrem desta terrível condição de vida.
A IKEA Foundation, em conjunto com a IKEA, angariaram 30,88 milhões de euros através da iniciativa ‘Uma Vida Melhor para os Refugiados’, para apoiar o ACNUR - Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados na criação de iluminação e fontes de energias renováveis em campos de refugiados na Ásia, África e Médio Oriente. O valor doado vai ainda permitir que milhares de crianças frequentem a escola. Em Portugal, nas três lojas IKEA, foram angariados 141 mil euros.
A Unicef advertiu hoje sobre o delicado estado de saúde das crianças refugiadas que estão a cruzar a Europa, já que estão "esgotadas fisicamente, assustadas, angustiadas e, muitas vezes, a precisar de cuidados de saúde".
No próximo dia 20 de janeiro, a Culturgest em Lisboa, acolhe o Seminário "Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Consulta Pública junto da Sociedade Civil e Aliança para os ODS " onde serão apresentados os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Será ainda lançada a "Aliança para os ODS" e a "Consulta Pública junto da Sociedade Civil sobre a Implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável".
“Refugiado” foi eleita a Palavra do Ano 2015, anunciou o grupo Porto Editora, que organiza a iniciativa desde 2009.
O primeiro grupo de 24 refugiados deverá chegar a Portugal na próxima quinta-feira, dia 17 de dezembro, segundo uma nota de imprensa enviada às redações pelo Ministério da Administração Interna. O acolhimento dos refugidos nesta data, acontece no âmbito do Programa de Relocalização de Refugiados na União Europeia, através do qual se prevê que Portugal receba 4.500 refugiados nos próximos dois anos.
As autoridades canadianas estão a registar 800 refugiados sírios por dia nos campos de Amã na Jordânia e Beirute no Líbano.
Estão abertas até dia 28 de fevereiro, as candidaturas ao Programa Direitos, Igualdade e Cidadania: Subvenções de ação para prevenir e combater o racismo, a xenofobia, a homofobia e outras formas de intolerância.
A terceira campanha Uma Vida Melhor para os Refugiados, levada a cabo pela IKEA Foundation vai decorrer entre 29 de novembro e 19 de dezembro.
Se os níveis atuais persistirem, o número total de meninas noivas em África vai aumentar de 125 milhões para 310 milhões até 2050, segundo um relatório da UNICEF divulgado ontem na Cimeira da União Africana sobre as Raparigas em Lusaka, na Zâmbia.
A Plataforma de Apoio ao Refugiados - PAR criticou severamente, esta quinta-feira, a forma lenta e a incapacidade demonstrada pela União Europeia, e muito concretamente, por Portugal, na recolocação dos 160.000 refugiados, como foi aprovado em Setembro passado em Conselho Europeu. “A evidência mais recente de incapacidade de executar o programa de recolocação de 160.000 refugiados, aprovado em Setembro passado num Conselho Europeu, dá bem a medida da incompetência e falta de vontade política dos Estados-membros e das instâncias europeias em cumprir as suas próprias decisões. Desta forma, o problema agrava-se, todos os dias, um pouco mais”, pode ler-se no comunicado.
Terrorismo, pobreza, corrupção, governação, reconciliação, diálogo entre religiões e clima. No primeiro discurso do seu périplo africano, o Papa tocou em todos os temas que se esperava viesse a tratar na viagem ao Quénia, Uganda e República Centro-Africana.
No próximo dia 30 de novembro, Às 21.30, Serralves, no Porto, recebe “TENDÊNCIAS GLOBAIS 2030 - O futuro da democracia e as exigências cidadãs?”.
“Ser deficiente não é insulto” é o nome da nova campanha de consciencialização do BIPP – Inclusão para a Deficiência – que visa alertar para o facto de as expressões como deficiente ou atrasado mental não deverem ser utilizadas como insultos a comportamentos humanos censuráveis. O objetivo é alertar contra os conceitos preestabelecidos na sociedade que revelam uma situação grave que está na base dos comportamentos de exclusão social dos cidadãos com deficiência.
A ONU apelou hoje aos líderes de opinião e de educação religiosa nas regiões em desenvolvimento a que se juntem aos funcionários dos governos para defender o fim da defecação ao ar livre, uma prática de mil milhões de pessoas em todo o mundo - um sexto dos 5,9 mil milhões de habitantes do mundo em desenvolvimento.
O concerto de um dos maiores artistas portugueses, Miguel Araújo, em Vila Real no dia 19 de dezembro, esgotou com um mês de antecedência. Já não surpreenderia ninguém, o agendamento de um concerto extra, do artista que juntamente com António Zambujo, vai a caminho de esgotar o quinto concerto nos coliseus de Porto e de Lisboa. A verdade é que surpreende porque desta vez, Miguel Araújo agendou um novo concerto para o dia 20 de dezembro em Vila Real, com um objetivo muito especial: as receitas deste segundo concerto revertem a favor da PAR - Plataforma de Apoio aos Refugiados.