Cultura e Lazer | A música faz-nos sentir sem idade

Introduza o seu e-mail

A música faz-nos sentir sem idade

23/01/2018 | Sofia Santos

Robert Dickow on Unsplash Robert Dickow on Unsplash

"A música faz-nos sentir sem idade. Agora, aos 94 anos, ainda posso fazê-la, quero fazê-la e continuarei a fazê-la.”

O lendário pianista Menahem Pressler,que esteve em Portugal a tocar no ciclo Pianomania! naGulbenkian, deu uma entrevista ao Jornal Publicoque aqui partilhamos.

O pianistaMenahem Pressler é dosintérpretescom mais idade a manter-se activo continuando a atuar no circuito das grandes salas de concerto internacionais.

Foi o pianista permanente do Beaux Arts Trio, um dos mais notáveis grupos de câmarado século XX.Após adissolução do Grupo, retomou a carreira a solo tocando pela primeira vez com algumas das melhores orquestras do mundo, nomeadamente na Filarmónica de Berlim.

Nasceu em Magdeburgo, em 1923,tendo que fugir com a sua família da Alemanha nazipara Israel em 1939. O início da sua carreira venceu o Concurso Internacional de PianoDebussy, em São Francisco, e foi um dos membros fundadores do Beaux Arts Trio. Foi professor da Universidade de Indiana, tendo sido mestre de numerosos pianistas com carreiras internacionais. Uma vida plena a fazer o que mais lhe dá prazer é o que podemos ver na breve entrevista telefónica, em que Pressler partilhou com o PÚBLICO e que aqui partilhamos onde está patente a sua inesgotável paixão pela música.