Saúde e Bem Estar | Cardiogram: diagnóstico de doenças pelo ritmo cardíaco

Introduza o seu e-mail

Cardiogram: diagnóstico de doenças pelo ritmo cardíaco

14/08/2018 |

photo by nikolas noonan on unsplash photo by nikolas noonan on unsplash

Segundo a Faberovel, a Cardiogram desenvolveu um algoritmo que poderá dar uma boa ajuda a quem sofre de determinadas doenças, uma vez que é capaz de detetar precocemente diabetes, hipertensão ou a apneia do sono. Através dos sensores de frequência cardíaca de wearables (como por exemplo o Apple Watch, Android Wear, Fitbit…), esta aplicação (app) recolhe uma quantidade massiva de dados para desta forma poder  fazer os seus diagnósticos.

Através da monitorização de atividades do nosso dia-a-dia, como a medição permanente do batimento cardíaco e da contagem de passos, a Cardiogram interpreta os dados e consegue traduzi-los em métricas relevantes, que permitem acompanhar diariamente o estado da nossa saúde.

Para além da já referida auto monitorização, existe ainda a possibilidade de seguir amigos e família, o que permite manter sob vigilância familiares com problemas cardíacos e intervir atempadamente sempre que a aplicação deteta padrões fora do comum.

Podemos obter um aconselhamento especializado e tratamentos adequados ao tipo de problema. Com esta app podemos ainda conectar a seguros de saúde ou ao seguro automóvel, recebendo recompensas sempre que os objetivos de saúde são cumpridos.

A app permite também aos utilizadores participar nos seus estudos. A Cardiogram já desenvolveu vários estudos e concluiu que o Apple Watch é capaz de detetar um ritmo cardíaco anormal com 97% de precisão, de detetar apneia do sono, com 90% de precisão, e hipertensão, com 82% de precisão.

Os wearables estão a transformar-se em ferramentas médicas poderosas, pois anda sempre connosco, podendo vir a assumir um papel fundamental no futuro da saúde.

Segundo a Fabernovel, a Cardiogram foi desenvolvida por ex-colaboradores da Google, em colaboração com investigadores da Universidade da Califórnia. Já captou 2 milhões de dólares em investimento e tem como investidora a empresa de capital de risco Andreessen Horowitz.