Saúde e Bem Estar | Meditar é viver mais e melhor

Introduza o seu e-mail

Meditar é viver mais e melhor

24/08/2020 | Fernanda Cerqueira

Como encontrar um botão para ‘desligar’ a mente? A meditação. FOTO UNSPLASH Como encontrar um botão para ‘desligar’ a mente? A meditação. FOTO UNSPLASH

Os benefícios da meditação são cada vez mais reconhecidos por um maior número de pessoas. Além de poder ajudar a diminuir os níveis de stress, a melhorar a capacidade de concentração e o humor, a meditação promove uma sensação de calma, de tranquilidade e de paz interior.

Mas, engana-se quem pensa que meditar se resume a ficar sentado e a entoar um longo 'Om'.

Para o(a) ajudar nesta nova aprendizagem preparamos um breve guia com algumas dicas. O importante é experimentar e se sentir que lhe traz algo positivo, continue a fazê-lo e aprofunde os seus conhecimentos sobre a prática da meditação.

O tempo e o local certos

Meditar não significa, necessariamente, muito tempo, mas implica algum compromisso. Tente por isso encontrar uma hora do seu dia mais calma em que possa ter um tempo só para si. Comece por dedicar 5 minutos do seu dia e à medida que sinta que vale a pena vá aumentando esse tempo.

Para quem está a começar é muito importante encontrar um local calmo e silencioso.

É, igualmente, importante que encontre uma posição confortável. Porque as pessoas, normalmente, surgem sentadas e com as pernas cruzadas quando estão a meditar, isso não significa que tenha de adotar essa posição para si. Aliás, é possível meditar deitado ou mesmo enquanto caminha.

Agora que encontrou o local e a posição perfeitos é tempo para encontrar a sua mente.

A arte de estar consciente

Comece por perceber como se sente e depois concentre-se na sua respiração. Tente controlar o tempo das suas inspirações e expirações, preste a máxima atenção a este movimento. É normal que a sua mente divague enquanto medita. Não se trata de 'esvaziar a mente', mas de «estar consciente do que ocorre dentro de nós e à nossa volta», refere o livro ‘Meditação – A primeira e última liberdade’, de Osho.

Se se sentir particularmente perdido(a) e precisar de ajuda, existem inúmeras aplicações de meditação guiada que o(a) podem ajudar. Também poderá desafiar um(a) amigo(a) para esta jornada e descobrirem juntos(as) a meditação.  

A terminar, não podemos deixar de reforçar que a meditação é para todos, mas que funciona de maneira diferente de pessoa para pessoa. É também algo que leva tempo, exige prática e muita paciência, mas que no fim pode ser muito compensador.