Saúde e Bem Estar | A não esquecer! 6 bons alimentos para a memória

Introduza o seu e-mail

A não esquecer! 6 bons alimentos para a memória

19/09/2020 | Fernanda Cerqueira

Uma alimentação saudável contribui para o nosso bem-estar e longevidade. FOTO UNSPLASH Uma alimentação saudável contribui para o nosso bem-estar e longevidade. FOTO UNSPLASH

Com o avançar da idade é natural que ocorra um declínio da nossa capacidade de memorizar. Este é, contudo, um processo que pode ser mais rápido ou mais lento dependendo de vários fatores, desde logo, o nosso estilo de vida. Exercitar o corpo e a mente, mas também optar por uma alimentação saudável são, sem dúvida, opções que preservarão as nossas capacidades cognitivas, desde logo a memória, por mais tempo.  

Uma alimentação saudável, regrada e variada, contribui para o nosso bem-estar e para a nossa longevidade. Considerado por muitos o ‘pai dos nutricionistas portugueses’, o médico Emílio Peres dizia que “somos aquilo que comemos”. E nós não podíamos estar mais de acordo!

Salmão, sardinha, carapau e atum

Por serem uma excelente fonte de ómega-3, o salmão, a sardinha, o carapau e o atum ajudam a manter o regular funcionamento dos neurónios e a melhorar a capacidade do cérebro para reter informações.

Frutos secos

Podem ser nozes, amêndoas, avelãs… frutos secos em geral são alimentos ricos não só em ómega-3, mas também em ómega-6 e vitaminas B6 e E. São grandes aliados no bom funcionamento cerebral, na prevenção da demência e no reforço da memória.

Chocolate preto

O chocolate negro, com um mínimo de 70% de cacau, contém flavonoides, antioxidantes importantes para melhorar as funções cognitivas. Também são ricos em flavonoides as maçãs, as uvas e alguns tipos de chá (verde, branco ou vermelho).

Frutos vermelhos

Os morangos, mas também os mirtilos ou as amoras são ricos em fisetina, um flavonoide que melhora a comunicação entre neurónios, desenvolvendo funções cognitivas como a memória, o raciocínio e a atenção. Outro alimento bastante rico em fisetina é o tomate.

Espinafres

Fonte de vitamina E e ácido fólico, os espinafres ajudam a desacelerar os efeitos do envelhecimento das células cerebrais e ainda podem prevenir o desenvolvimento de determinados tipos de tumores e células cancerígenas.

Ovo

O ovo é rico em nutrientes benéficos para o organismo, tais como ácido fólico ou vitamina B12. Mas não só, a gema do ovo é rica em colina, que pode ajudar a evitar o declínio mental associado ao envelhecimento, prevenindo problemas como a demência ou a doença de Alzheimer. A colina também pode ser encontrada nos brócolos, na couve-flor ou no bacalhau.

 

Adaptado: 7 alimentos que podem melhorar a memória, publicação do Hospital CUF