Conhece a Medicina do Estilo de Vida? | Saúde e Bem Estar

Introduza o seu e-mail

Conhece a Medicina do Estilo de Vida?

05/05/2021 | Sofia Alçada

Estilo de vida contribui para a qualidade dos nossos anos de vida. Foto: Pexels Estilo de vida contribui para a qualidade dos nossos anos de vida. Foto: Pexels

Baseada na evidência científica, a Medicina do Estilo de Vida recorre a intervenções terapêuticas dirigidas aos hábitos de vida das pessoas, para:

  • prevenir,
  • tratar
  • reverter doenças não-transmissíveis.

Atua através de 6 pilares:

  • Nutrição
  • Gestão do Sono
  • Gestão de stress
  • Atividade física
  • Exposição a substâncias
  • Relações sociais

Estilo de vida como forma de retardar o envelhecimento

Não há como parar de envelhecer. Faz parte de um processo natural desde o momento em que nascemos, e há até quem afirme que o processo de envelhecimento começa na gestação.

O que já sabemos é que um estilo de vida saudável pode retardar os efeitos do envelhecimento, nomeadamente da degeneração celular, do aparecimento de doenças e dificuldades típicas da idade.

E é por isso, que uma nova geração de pacientes recorre a Medicina do Estilo de Vida (MEV) para envelhecer com mais saúde e qualidade de vida.

Mas o que a Medicina do Estilo da vida?

É uma abordagem interdisciplinar que tem como alicerce o estilo de vida saudável para prevenir, combater e até mesmo reverter doenças crônicas, resultando em longevidade com saúde como acima referido.

Trabalha os 6 pilares e tem como objetivo criar uma relação onde o médico possa conhecer de forma integral e completa o seu paciente, construindo soluções que permitam um maior equilíbrio para o corpo ao longo do tempo.

O foco está relacionado com a prevenção de doenças e a garantia de uma qualidade de vida por mais tempo focada no estilo de vida de cada paciente.

Como sabemos, há vários fatores que influenciam as condições de saúde.

A Independência, as relações sociais, a atividade física e mental, a capacidade de descansar e de gerir o stress entre outros são fatores que nos ajudam a ter uma vida e um envelhecimento mais ativo e saudável.

A Medicina do Estilo de Vida leva em conta a forma como o corpo muda com a idade, o que tem implicações por exemplo em áreas como:

  • As necessidades de alimentação associadas a cada fase de vida. As pessoas com a idade tendem a comer menos, mas deverão ter o cuidado de ingerir os nutrientes certos e que são essenciais.
  • A prática de atividade física. Mexer o corpo melhora não só o físico com o também o humor, criando uma maior independência, uma maior interação social, com menor risco de doenças e quedas.

Não podemos esquecer a saúde mental também importante num envelhecimento saudável e ativo.

A Medicina do Estilo de Vida integra estas questões que incluem o convívio em família, encontros com amigos e integração na comunidade, e ainda a importância do sono, tantas vezes descurada.

Saiba mais sobre o sono nesta entrevista com uma das grandes especialistas em Portugal  

Assim, ao reduzir o stress estamos a promover mentes mais otimistas e saudáveis e logo a ajudar ao nosso processo de envelhecimento, focado na longevidade.

E em Portugal?

Existe inclusive em Portugal a Sociedade Portuguesa de Medicina do Estilo de vida, que é uma organização sem fins lucrativos constituída em inicio do ano 2019, por uma equipa multidisciplinar de profissionais de saúde para promover um estilo de vida saudável como parte integrante da prevenção e gestão de doenças relacionadas com o estilo de vida.

Esta associação tem como parceiros o Internacional Board of Lyfestyle Medicine (IBLM) e o Lyfestyle Medicine Global Alliance (LMGA) entre outros.

O IBLM define os padrões para a avaliação e certificação internacional de médicos e outros profissionais de saúde na área da Medicina do Estilo de vida. Enquanto o LMGA representa a união de associações de profissionais dessa área que partilham a visão de um mundo sem doenças não transmissíveis.  

Preparados?