Saúde e Bem Estar | Diga não ao açúcar!

Introduza o seu e-mail

Diga não ao açúcar!

10/09/2020 | Fernanda Cerqueira

Os perigos de um inimigo muito doce. FOTO UNSPLASH Os perigos de um inimigo muito doce. FOTO UNSPLASH

São os doces, os chocolates e as sobremesas… já para não falar dos refrigerantes e de outras bebidas que têm na sua composição grandes quantidades de açúcar. São todos muito apetecíveis, mas o seu consumo deve ser cada vez mais limitado.  Por exemplo, sabia que, especialmente, quem sofre de diabetes deve limitar a ingestão de alimentos ou bebidas ricos em açúcar a ocasiões especiais? E que, no dia a dia, a água deve ser a bebida de eleição?

Quem tem diabetes lida com uma doença crónica, em que o corpo não produz insulina suficiente ou não consegue transformá-la corretamente e, por isso, a glicose acumula-se no sangue. O aumento de glicose (níveis de açúcar) no sangue é responsável por provocar desde cansaço a doenças cardíacas.

É importante que a alimentação de quem é diabético mantenha os níveis de glicose, colesterol e pressão arterial estáveis. Manter uma alimentação equilibrada e fazer exercício físico regularmente fazem parte da terapêutica de quem é diabético. Mas não só! São recomendações que devem ser seguidas por todos nós.

  • Tome sempre um bom pequeno-almoço (opte por cereais ou pão integral e lacticínios magros);
  • Opte por fazer várias refeições ao longo do dia, em pequenas quantidades, e comendo sempre devagar;
  • 50% do nosso prato deve ser composto por vegetais (alface, tomate, cenoura, espinafres…);
  • 25% do nosso prato deve ser composto por proteínas (carne magra, peixe, ovos, tofu…);
  • 25% do nosso prato deve ser composto por hidratos de carbono complexos (arroz integral, leguminosas…);
  • Água deve ser a bebida de eleição no dia-a-dia;
  • Azeite é a gordura que deve privilegiar (evite óleo e alimentos fritos);
  • Fruta é a sobremesa ideal;
  • O sal deve ser substituído por ervas aromáticas e especiarias;
  • Aprenda a ler e a interpretar os rótulos dos alimentos, verificando sempre quantos gramas de açúcar e optando sempre por aquele com menor quantidade;
  • Prefira sempre os alimentos naturais (fruta e legumes) em detrimento dos processados.
  • Limite o consumo de alimentos/bebidas ricos em açúcar a ocasiões especiais (um aniversário ou uma reunião de família…)
 
Fonte: 'Alimentação para diabéticos', CUF e 'Conheça os tipos de diabetes', Lusíadas Saúde