Sociedade | Envelhecimento pode ser oportunidade

Introduza o seu e-mail

Envelhecimento pode ser oportunidade

01/10/2020 | Fernanda Cerqueira

«O envelhecimento é um desafio, mas é também uma oportunidade.» FOTO UNSPLASH «O envelhecimento é um desafio, mas é também uma oportunidade.» FOTO UNSPLASH

Com a percentagem de população idosa a aumentar, surgem preocupações sobre a capacidade da sociedade lidar com os desafios associados ao envelhecimento, mas também em perceber se estamos a tirar o melhor proveito das oportunidades que a longevidade nos oferece.

Temos mais população idosa do que jovem. O que significa, nos moldes sociais atuais, não só uma redução da população ativa, mas também a necessidade de investimentos cada vez mais pesados em soluções sociais no âmbito do cuidado, da vida familiar, dos sistemas de previdência e saúde, da qualidade do ambiente construído, das tecnologias de informação e de saúde, na prevenção, tratamento e cura de doenças.  

Nas palavras do Dr. Duarte Falcão, médico especialista em psiquiatria e moderador da conferência online – 'Os desafios do envelhecimento' – promovido pela Unicare, no dia 23 de setembro, «o envelhecimento é um desafio, mas é também uma oportunidade». Importa «parar para refletir sobre como podemos envelhecer mais saudáveis», referiu.

São cada vez mais as pessoas que se mantêm ativas muito para além da idade da reforma, aquelas que voltam a estudar ou que arriscam em novos percursos profissionais. A ideia de centenário – alcançar os 100 anos – é cada vez mais uma realidade, sobretudo, num momento em que a esperança média de vida em Portugal se fixa em mais de 80 anos (80 anos para os homens e 84 anos para as mulheres).

 

«Uma sociedade boa para os idosos é boa para todas as idades», Organização Mundial da Saúde

 

Devidamente planeado o envelhecimento pode transformar desafios em oportunidades.

A começar pelo investimento nos jovens de hoje, promovendo hábitos saudáveis, que potenciem uma vida longa e com saúde por mais tempo. Mas também garantindo o acesso à educação e emprego. Cuidar dos nossos jovens garantirá, certamente, a melhoria de vida das futuras gerações de idosos.

É, igualmente, importante desenvolver uma nova cultura de envelhecimento. A promoção da aprendizagem ao longo da vida, a flexibilização de horários de trabalho, um ambiente laboral que promova a intergeracionalidade são fatores que podem levar muitos profissionais a optar por prolongar as suas carreiras profissionais e contributivas por mais tempo.

Este dia 1 de outubro – Dia Internacional das Pessoas Idosas, proclamado pela Organização das Nações Unidas – (re)lembre-se que o envelhecimento deve ser celebrado! Afinal, o aumento da longevidade é uma das maiores conquistas da humanidade.

 

Sobre a conferência - 'Os desafios do envelhecimento'

Além do Dr. Duarte Falcão, na conferência online - 'Os desafios do envelhecimento' - participaram também a Dra. Carina Dantas, Carina Dantas, Diretora do Departamento de Inovação, Cáritas Diocesana de Coimbra, e o Dr. António Sérgio Martins, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Pampilhosa da Serra. Pode ver ou rever esta conferência AQUI