Rendimento | Saiba como poupar energia e água em sua casa

Introduza o seu e-mail

Saiba como poupar energia e água em sua casa

05/08/2020 | Sofia Santos

Criatividade em poupança - Fonte: unsplash Criatividade em poupança - Fonte: unsplash

Para poupar energia e ajudar o ambiente, não precisa de prescindir de conforto, apenas tem de considerar algumas sugestões e fazer pequenas mudanças no seu dia-a-dia.

Quer reduzir a fatura de gás e eletricidade? Diminuir gastos implica mudanças de hábitos que ajudam a economizar e, ao mesmo tempo, ter a consciencia de que é importante proteger o ambiente.

Comecemos então pela eletricidade: 

Lâmpadas

  • Utilize lâmpadas de baixo consumo em vez de tradicionais (incandescentes). Estima-se que este gesto permite reduzir até cerca 25% o seu consumo energético anual.
  • Verifique a duração da lâmpada. Esta informação vem indicada na embalagem. Faça as contas: uma das principais dicas para poupar energia prende-se com a aquisição de lâmpadas mais caras que são, no entanto, mais económicas a longo prazo. Não se esqueça disso. E faça as contas a duração das lampadas e não só ao seu investimento.

Equipamentos

  • Retire os carregadores das tomadas depois de carregar os seus equipamentos eletrónicos, como o telefone.  Mesmo não estando a ser utilizados, se estiverem ligados, gastam energia.
  • O mesmo acontece com os pequenos eletrodomésticos e outros equipamentos, como televisor e computador: em vez de os deixar em stand-by, desligue-os da tomada ou use tomadas com botão corte-corrente.
  • Planeie as refeições de véspera de modo a poder passar os alimentos do congelador para o frigorífico. Com esta alteração, a estimativa é que consiga uma redução diária na ordem dos 2%. Repare, os alimentos ao descongelar estarão a dar frio ao frigorífico. Evite abrir a porta com frequência porque sempre que o fizer, aumenta o consumo energético. Se tiver filhos ou netos, não se esqueça de os avisar para não estarem sempre a abrir o frigorifico. 
  • Em relação às máquinas de lavar loiça e roupa, ligue-as apenas quando estiverem com a carga máxima, ou seja cheias. E escolha os programas económicos, pois gastam menos água e energia.
  • Quanto ao fogão, para poupar energia o ideal é cozinhar vários alimentos ao mesmo tempo e evitar abrir a porta do forno durante a confeção de uma refeição. 
  • Se as condições climatéricas o permitirem, não use a máquina de secar roupa e deixe-a secar ao ar livre ou dentro de casa. Sempre poupa mais e o ambiente agradece.
  • Se estiver naquela fase em que tem que trocar ou comprar eletrodomésticos, escolha os modelos com maior eficiência energética. Para isso, analise a etiqueta obrigatória e perceba a que classe pertencem. Podem ir de de A+ a G (de melhor a pior desempenho energético). Cuidado, pois quanto pior a classificação de um equipamento, maior o consumo de energia. Mais uma vez, pense a longo prazo quando tiver que fazer um investimento num equipamento que dura bastante. 

Aquecimento (no inverno) e ar condicionado (no verão)

  • Antes de ligar o aquecimento ou o ar condicionado, verifique se as janelas e as portas estão bem isoladas. Não faz sentido estar a aquecer ou arrefecer a casa se existirem fugas. E não se esqueça de desligar os equipamentos quando sair de casa.
  • Aqueça a sua casa com a ajuda do sol e arrefeça com a ajuda da sombra. Aproveite os benefícios da luz solar, deixando as cortinas abertas quando o sol bate no inverno e no verão faça o contrário, para manter a casa fresca.

 

Água

  • Feche a torneira quando se ensaboa no banho ou enquanto lava os dentes. É muito importante e fará toda a diferença na poupança da água.
  • Pense nos litros de água desnecessários que irá gastar num banho de imersão e prefira um duche. 
  • Se não possui autoclismo com dois volumes de descarga, coloque uma garrafa cheia de água no respetivo depósito, diminuindo assim o volume total de cada descarga.

Sabemos o quanto é importante poupar ao longo da vida. A longevidade passa por pequenas alterações nas nossas rotinas e a neste caso, permitirá com pequenas mudanças, uma poupança e portanto um incremento no seu rendimento.

Para além disso, estas - e outras - dicas para poupar energia e água, vão ajudá-lo a preservar a natureza, zelar pelos recursos naturais e, claro, a juntar mais algum dinheiro extra poupando para o futuro.

Comece já hoje!