Cultura e Lazer | Como escolher um animal de estimação?

Introduza o seu e-mail

Como escolher um animal de estimação?

25/06/2020 | Sofia Santos

Animais de estimação para uma maior longevidade. Foto: Unsplash Animais de estimação para uma maior longevidade. Foto: Unsplash

Um animal de estimação não é um bem de consumo, é um ser vivo que precisa de cuidados. Por isso, a compra por impulso deve ficar fora de questão, mas se tem mesmo a certeza de que gostava de uma companhia extra lá em casa, faz muito bem em se questionar sobre como escolher um animal de estimação antes de passar à ação. É sem duvida uma excelente companhia para estes dias, e uma boa forma de nos dar uma propósito e aumentar a nossa longevidade. 

Que tipo de animal escolher?

Em primeiro lugar deve pensar no tipo de animal de estimação que se adequada ao seu estilo de vida. Adotar o animal certo pode ser um desafio, mas mesmo sendo-o deve ser bem pensado! E são várias as opções:

Pode por exemplo, escolher um bicho pequeno e fácil de cuidar, como:

- uma tartaruga,

- um canário

- um porquinho-da-índia

- um peixe

- um pássaro

- um coelho 

Ou um de maior porte que exije mais cuidados, mas que é capaz de lhe retribuir alguma afeição e cumplicidade, como:

- um gato

- um cão

 

Importante: não se esqueça de identificar os custos

Depois - ou em simultâneo - deve pensar no valor que quer ou pode dar pelo animal de estimação (caso não o vá buscar a um canil ou gatil). Para além da aquisição, pense também no valor que dispõe para o manter, o que inclui:

- a alimentação

- os cuidados veterinários (vacinas, chip, cuidados de saude).

- os danos na habitação, principalmente quando são pequenos

- seguro

- férias (custos caso tenha que os deixar em algum sitio quando vai de férias)

Há muitas questões a levar em linha de conta quando decide escolher um animal de estimação.


E o espaço? Qual a melhor escolha para o espaço onde vive?

Não é necessário viver numa casa grande e com quintal para ter um animal de estimação. Nem todos os animais precisam de muito espaço. É no entanto importante certificar-se se o local onde habita é adequado para o animal que pretende. 

Mesmo um animal mais pequeno, como um coelho, exige algum espaço para a gaiola. E um animal maior, como um cão, precisa de um espaço para dormir e também de alguém que lhe assegure idas diárias à rua para fazer as necessidades e exercitar-se. Há raças que precisam de muito mais exercicio que outras. Tenha atenção a isso quando escolher o seu animal de estimação.

 

Tem tempo suficiente para cuidar do seu futuro animal de estimação?

Se não tem muito tempo livre, opte por um animal mais pequeno e que não necessite tanto de afetos humanos.

Um peixe ou um hamster, desde que sejam alimentados, não querem saber se está em casa ou não. 

Mas se a opção for um cão, vai querer estar perto do dono. É um animal de afectos.

E além de afeto, um cão precisa de passear, enquanto que um gato, por outro lado, é um animal mais independente que passa o dia sozinho em casa. É normalmente onde gosta de estar.

No entanto, se pretende melhorar a sua longevidade, a ideia de sair várias vezes por dia de casa com um cão não deve ser posta de parte, não é verdade? Para além do exercício, um cão permite uma maior socialização, que faz sempre bem a nossa vida. 

 

Qual o seu estilo de vida? Também é importante na hora de escolher o animal de estimação.

Desde que não seja uma pessoa distraída, preguiçosa e irresponsável, haverá sempre um animal adequado à sua personalidade e estilo de vida.

Se não tem muita paciência, o melhor é escolher um animal que não exija muitos cuidados como um pássaro ou um roedor.

Se tem disponibilidade, pode arriscar um gato.  

Se quer um animal que o faça sair e exercitar, então a solução passa por exemplo por um cão.

Agora… se o seu objetivo é criar o pânico quando convida um amigo a ir lá a casa, que tal uma cobra ou um ouriço?

Um animal de estimação ajuda a combater a solidão. Veja aqui outras formas de o fazer.

 

Agora, que já sabe como escolher um animal de estimação, qual o ideal para si e para a sua família?

Tomar esta decisão pode ser uma das suas estratégias para aumentar a sua longevidade, sim, mas convém verificar qual o tipo de animal que mais se adequa ao seu estilo de vida antes de trazer para casa um pastor alemão, um porco anão ou uma chinchila, e depois não saber o que fazer. Boa sorte e... boa longevidade!

Fonte: Texto atualizado do original de Julho de 2018