Introduza o seu e-mail

Coronavírus: Mitos e Verdades

06/03/2020 | Fernanda Cerqueira

Cuidados simples no seu dia a dia podem prevenir o risco de infeção. FOTO: UNSPLASH Cuidados simples no seu dia a dia podem prevenir o risco de infeção. FOTO: UNSPLASH

O risco de doença é algo que nos preocupa a todos, mas cujo medo descontrolado apenas nos torna mais vulneráveis. Cabe a todos a prevenção, a começar pela partilha de informação de qualidade. Preparamos um conjunto de tópicos para desmistificar este novo vírus. 

O que é o COVID-19?

Os coronavírus são uma família de vírus que podem provocar doença no ser humano. A infeção pode ser semelhante a uma gripe comum ou apresentar-se como doença mais grave, como bronquite ou pneumonia. Atualmente este vírus é designado de COVID-19.

Quais são os sintomas?

Febre, tosse e falta de ar são os sintomas manifestados pelos doentes infetados com o COVID-19.  Sintomas agravados, associados à pneumonia e à bronquite, têm surgido sobretudo em pessoas com um sistema imunitário mais vulnerável. Desde o momento de contágio até à sua manifestação, o vírus pode ter um período de incubação entre 2 a 14 dias.

Como prevenir?

Não existe vacina, pelo que a prevenção passa por evitar a exposição a este vírus. Para prevenir este vírus são, essencialmente, recomendadas boas práticas socias e de higiene.

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão;
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória - tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos);
  • Deitar o lenço de papel usado no lixo;
  • Lavar as mãos logo de seguida;
  • Apenas os doentes deverão utilizar máscara.

Se chegou há pouco tempo de viagem de uma das zonas afetadas ou teve contacto próximo com um doente infetado e apresenta sinais e sintomas de infeção respiratória aguda, com febre e tosse deve:

  • Ligar para o centro de contato SNS24 (808 24 24 24), antes de recorrer a serviços de saúde, e referir sempre o histórico de viagens, e/ou contato com animais e/ou pessoas doentes, seguindo as orientações que lhes forem dadas.

Como tratar?

Não existe tratamento específico até à data. De referir que não devem ser administrados antibióticos, pois estes não são adequados para infeções virais.

Quais os direitos dos trabalhadores em quarentena?

Os trabalhadores, dos setores público e privado, que venham a estar de quarentena para evitar riscos de contágio por causa do coronavírus receberão 100% do salário a partir do primeiro dia. O pagamento integral das remunerações será assegurado pela Segurança Social.