Sociedade | Ikigai – O Segredo para o melhor envelhecimento vem do Japão

Introduza o seu e-mail

Ikigai – O Segredo para o melhor envelhecimento vem do Japão

04/03/2020 | Sofia Alçada

Ikigai e o segredo da longevidade e melhor envelhecimento. Foto: Unsplash Ikigai e o segredo da longevidade e melhor envelhecimento. Foto: Unsplash

Sabia que o segredo da longevidade e de um bom envelhecimento tem muito mais a ver com o estilo de vida que cada um adota para si do que com a genética?

A resposta que comprova esta questão (ou quase afirmação) vem do japão, mais concretamente de uma ilha chamada de Okinawa, onde a maioria dos seus habitantes têm mais de 100 anos e adotam a filosofia de vida que ficou conhecida como ikigai.

E então, qual é o segredo dessa longevidade?

São vários os segredos para esse envelhecimento ativo e saudável, que passam por ter hábitos que incluem o exercício físico e uma alimentação pobre em gorduras e rica em frutas, legumes, verduras, soja e peixe.

As evidências mostram que após a elaboração de alguns exames médicos aos habitantes da ilha japonesa, pode-se constatar que os centenários de Okinawa tinham coração incrivelmente saudável; um nível de colesterol baixo e artérias visivelmente jovens. Mas o mais surpreendente é que depois de estudar cerca de 600 habitantes, dos mais velhos dentro dos residentes da ilha, concluiu-se que o estilo de vida saudável era responsável por cerca de 80% da saúde do coração destes habitantes. E que a disposição genética, em contraposição, era apenas responsável por 20%.

 

Peixe rico em omega 3: O coração agradece

Mas para além do exemplo de Okinawa, também na Groelândia podemos ver os efeitos da alimentação sobre o coração. O povo Inuíte tem das menores incidências de doenças cardíacas sendo inclusive muito inferior à de seus vizinhos dinamarqueses, devido ao consumo de muitos peixes ricos em ômega 3.

Para além destes exemplos, podemos também observar que na ilha de Creta, onde a dieta é rica em produtos mediterrâneos amadurecidos ao sol como os feijões, o azeite de oliva, vinho e muito peixe, também aqui verifica-se uma redução de 50% a 70% no risco de doenças cardíacas, comparando aos que seguem uma dieta que embora saudável, é muito ao estilo ocidental.

Curioso será notar, que a semelhança do povo Inuite também os habitantes de creta apresentaram melhores resultados quando comparados a um grupo estudado em Itália, mesmo tendo ambos adotado uma dieta mediterrânea, os cretenses tinham a metade da taxa de mortalidade como um todo. Se formos tentar perceber as causas, a grande diferença era o alto consumo de peixe entre os habitantes de Creta quando comparados com os habitantes de Itália.

 

Ikigai e a filosofia de vida

A comprovar a importância do Ikigai, está uma questão curiosa que é levantada pelos pesquisadores que acreditam que, se os ocidentais vivessem de maneira mais parecida aos moradores de Okinawa, não estariam com o mesmo grau de saúde destes, mas teriam eventualmente sérios problemas cardíacos. Isto porque o segredo vai para além da questão da alimentação. Para alcançar o nível de envelhecimento bem conseguido nesta ilha, precisamos de aprender a viver como os seus habitantes.

O que implica uma serie de novas rotinas de vida, onde referimos algumas:

  • Mastigar lentamente os alimentos, ingerindo os de baixa caloria – uma prática chamada hara hachi bu (comer apenas 80% da saciedade);
  • Adotar uma visão relaxada da vida, conhecida como taygay;
  • Praticar a meditação profunda e espiritualizada.
  • Descobrir o nosso propósito e a razão de viver – o seu ikigai

Estilo de vida e não genética:

A comprovar o que foi constatado pelos pesquisadores, estão as novas praticas que os jovens de Okinawa têm adotado, com uma alimentação e o estilo de vida mais próximos dos ocidentais.

O que revela que a saúde desse grupo não resulta da genética pois apesar de terem menos de 50 anos, este grupo de pessoas têm um dos maiores índices de doenças cardíacas do Japão, percebendo que o seu envelhecimento está claramente condicionado pelos seus hábitos de vida mais do que apenas da alimentação, e dependentes maioritariamente de cada um. Somos muito mais do que aquilo que comemos.

Para um bom envelhecimento, temos que adotar novos estilos de vida mais transversais e descobrir o nosso Ikigai.

Exemplos de Ikigai

Alguns exemplos da aplicação do método japonês podem ser:

  • Amar seus entes queridos.
  • Conhecer outras culturas.
  • Dedicar-se a uma ONG.
  • Ser um bom profissional 
  • Ajudar os outros na sua busca do sentido da vida.
  • Criar ideias novas para melhorar o mundo e cuidar do planeta.

E então, já descobriu o seu Ikigai?

 

Fonte: https://www.selecoes.com.br/especial/descubra-o-segredo-da-longevidade-em-okinawa/