Introduza o seu e-mail

Voluntariado: Momento para ajudar quem mais precisa

25/03/2020 | Sofia Alçada

Ajudar quem mais precisa - Foto: Unsplash Ajudar quem mais precisa - Foto: Unsplash

Estes momentos de crise trazem sem dúvida, o melhor ou pior em cada um de nós. Se por um lado vemos o açambarcamento de comida e de outros materiais como medicamentos, máscaras, desinfetante e do já famoso papel higiénico, por outro, temos as pessoas que, no meio do risco, se voluntariam para ajudar os outros. Outros que podem ser pessoas desconhecidas ou pessoas com quem não falávamos ou interagíamos, apesar de podermos viver no mesmo bairro ou quem sabe, no mesmo prédio.

Assim multiplicam-se projetos como o objetivo de ajudar:

Vizinho amigo: um projeto de voluntariado que surge no Instagram

 O “vizinho amigo” um projeto que surge no Instagram e que conta com a mobilização dos jovens:

ovizinho.amigo@gmail.com
Jovens que não conseguem ficar indiferentes ao facto dos idosos correrem riscos devido ao COVID-19.

️ INSCRIÇÕES 👇🏼forms.gle/XHtwZiWSikrW1ypa6

 

São então, criados cartazes para anunciar a disponibilidade para ajudar os mais velhos, como forma de garantir o apoio a dar.

Este movimento tem atividade ao longo do país bem como noutros países onde o lema é fazer algo para ajudar os outros.

O “vizinho amigo” conta com a ajuda das juntas de freguesia, que se tem vindo a associar ao projeto, pois são na maioria dos casos quem melhor conhece a realidade local e em especial, deste grupo de risco que são os mais velhos.

 

“Ajudar é contigo” é outro projeto na área do voluntariado

"Ajudar é contigo", um projeto de Sofia Matos uma candidata a deputada com uma equipa de apoiantes. Com a suspensão dos contactos físicos e presencias, acabaram por ficar com muito tempo e desta forma arranjaram uma forma útil de o utilizar, criando esta plataforma. Também neste caso, poderá ajudar ou ser ajudado.

Os pedidos poderão ser feitos online ou por telefone 930522229, sem haver qualquer tipo de contacto físico ou de proximidade, como se impõe numa altura como esta e conforme o recomendado pelas autoridades de saúde.

“SOS vizinho” – ajuda quem precisa